Documento simples 165 - Peça de vidro (título atribuído)

Original Digital object not accessible

Identity area

Reference code

PT/AMOA/APRIV/EMP/CV/096/165

Title

Peça de vidro (título atribuído)

Date(s)

Level of description

Documento simples

Extent and medium

1 fotografia; p/b; reprodução digital em formato JPEG.

Context area

Name of creator

(1926-2000)

Administrative history

A história da produção vidreira em Oliveira de Azeméis remonta, pelo menos, ao século XVI, com a construção de um engenho de vidro na Quinta do Côvo, na atual freguesia de S. Roque.
Desde a sua origem, na Fábrica de Vidros do Covo, até à constituição do Centro Vidreiro do Norte de Portugal, no segundo quartel do séc. XX, a produção de vidro em Oliveira de Azeméis foi liderada por cerca de seis sociedades comerciais.
A fusão destas unidades fabris, após várias roturas financeiras e desavenças entre técnicos, operários e entidade patronal, gera então o aparecimento e a centralização de toda a produção vidreira no nosso concelho numa única fábrica de grande capacidade produtiva e administrativa, constituindo-se assim, em 1926, uma sociedade de grande êxito fundada por três sócios administradores: Augusto Guerra, Ramiro Gomes Mateiro e António Nunes, designada por Centro Vidreiro do Norte de Portugal.
Esta indústria oliveirense desenvolve uma série de inovadoras técnicas de produção, através do fabrico mecânico de frascaria para perfumes e embalagens farmacêuticas, apresentando em 1947 uma capacidade de produção suficiente para abastecer o mercado português e ainda para exportação de excedentes produzidos. Durante a década de 1950 e até aos anos 70, através de um planeamento estratégico da sua administração, construíram-se uma série de novos edifícios e adquiriram-se novas máquinas, incrementando assim a sua capacidade produtiva. Em termos de exemplo de sucesso, podemos referir que, nos seus tempos áureos, o Centro Vidreiro tinha uma capacidade produtiva média de cerca de 5 toneladas de vidro por 24 horas e empregava cerca de 800 funcionários.
A laboração do Centro Vidreiro estendeu-se até 2000, ano no qual a sociedade abriu falência e encerrou as suas instalações de produção de vidro. Durante a fase de maior expansão, foi responsável pela introdução de mecanismos inovadores na produção vidreira em Portugal.

Archival history

Immediate source of acquisition or transfer

Content and structure area

Scope and content

Peça produzida pelo Centro Vidreiro.

Appraisal, destruction and scheduling

Accruals

System of arrangement

Conditions of access and use area

Conditions governing access

Conditions governing reproduction

Language of material

Script of material

Language and script notes

Physical characteristics and technical requirements

Estado de conservação: Razoável

Finding aids

Allied materials area

Existence and location of originals

Existence and location of copies

Related units of description

Related descriptions

Notes area

Note

Cópia digital da fotografia original cedida para reprodução por Júlio e Regina Mateiro.

Alternative identifier(s)

Access points

Subject access points

Place access points

Name access points

Genre access points

Description control area

Description identifier

Institution identifier

Rules and/or conventions used

Status

Level of detail

Dates of creation revision deletion

Language(s)

Script(s)

Sources

Digital object (Master) rights area

Digital object (Reference) rights area

Digital object (Thumbnail) rights area

Accession area

Related subjects

Related people and organizations

Related genres

Related places